domingo, 10 de março de 2013

Sylvie Guillem

pois muito bem!!!
depois de muito tempo voltei,  e uma das coisas que mudou de um tempo para cá, foi a minha admiração por essa certa bailarina - Sylvie Guillem-, comecei a ler e assistir algumas entrevista dela, e simplesmente me encantei por essa bailarina com alma de criança rebelde...



Sylvie Guillem nasceu em Paris no ano de 1965, França. Sua mãe era instrutora de ginástica rítmica, o que inspirou muito a filha a fazer dança. Em 1976, com 11 anos de idade,Sylvie deixou a ginástica para fazer ballet na Ópera de Paris. Depois de somente 5 anos de aulas, ela foi convidada a ingressar na companhia da Ópera de Paris. Com apenas 16 anos.  No ano de 1989, Sylvie ingressou no Royal Ballet e lá dançou muitos papéis principais de diversos ballets. Também é muito dito que Sylvie é uma das bailarinas mais bem pagas do mundo!!
Em 1984 Rudolf Nureiev, na época diretor da Ópera de Paris, nomeou-a  Ètoile (posto mais alto na Ópera de Paris). Guillem é uma bailarina dotada de uma técnica e musicalidade incomparavel . Não se restringe ao ballet  clássico: vários coreógrafos contemporâneos criaram obras para ela.

OBS.: O governo francês mandou fazer uma estátua de tamanho real da Sylvie para ser colocada em exposição na Ópera de Paris.

Sylvie construiu uma carreira solida, que mostra claramente que é dona de sua dança, é o tipo de bailarina que dança para si antes dos outros, suas linha limpas e claras mas a sua técnica e flexibilidade inigualável a levaram para a perfeição que é sua dança hoje...


"Quando eu era jovem, a disciplina era tão difícil e há uma espécie de código, tudo tem o seu papel dentro da caixa, mas para ser capaz de seguir isso e ser feliz dentro das restrições – essas regras – você precisa ser guiado por seu sonho. Nunca fui impulsionada por um sonho. Eu nunca fui impulsionada por ser uma bailarina e isso me deu uma ampla oportunidade de escolhas. [...]"



“Quando a apresentação no palco é inteligente e você entende que é, encontra-se muito mais. Quando não há sentido, mas é somente bonito, não se torna tão profundo quanto deveria ser.”






Mas o que eu mais amo são os ensaios dela, ali você percebe que ela também é humana rsrs ...



o meu favorito

...assim como Guillem em sua gloria ...





nunca assistir alguem melhor do que ela

 Há também um documentario sobre ela no Youtube, esta em espanhol e é super fácil de entender, os links são este parte 1 e parte 2.
Assim como tem varias entrevistas dela por ai as que eu mais gostei foram estas: sobre a dança contemporânea, sobre a dança em si (está em inglês, mas nada que o google não resolva rsrs).

Bem, eu não conseguiria colocar tudo dela aqui porque é muita coisa, mas eu não poderia deixar de fala nem que fosse um pouquinho dela, porque ela é uma inspiração em vários sentido, é o tipo de bailarina que é eterna, é como a Maya Plisetskaya, que mesmo que se aposente (e eu espero que demore muito mais) vai dançar sempre como convidada -muito querida, por sinal.

bem por hoje é só...
bjs e até



fontes:
imagens: 1,2,3,4
entrevista: Dos passos da bailarina



sexta-feira, 8 de março de 2013

Love battle

oiiii!
Faz muito tempo dês da minha ultima postagem e a desculpa é a de sempre o tempo, que resolveu que iria correr de mim, não dando tempo nem para eu respirar direito kkk.... Mas agora voltei para o meu diario  vou continuar escrendo aqui...
 ...enquanto isso..
.tem um tempinho que eu assistir este vídeo,mas eu achei lindo conta um história de amor através do ballet, na verdade é o primeiro videoclipe da banda CatPeople...


bjs e até

domingo, 14 de outubro de 2012

Ludmila Semenyaka

oi!!!
A menos de 2 semanas eu assistir um video sobre a bailarina Ludmila, onde mostrava seu cotidiano, simples mas maravilhosos;
Ela nasceu em 1952 em St Petersburg, se formou na academia Vaganova  como pupila de Nina Belikova  e iniciou sua carreira no Teatro Kirov e mais tarde como prima-bailarina no Bolshoi, ganhou diversos prêmios ao longo de sua carreira, como "artista do povo" (URSS).
Ela já dançou diversos papeis clássicos como:  Aurora (A bela adormecida), Raymonda, Odette-Odile (O lago do cisnei), Giselle, Phrygia (Spartacus), Shirin ("The Legend of Love"), Anastasia (Ivan, O terrível), Rita ("The Golden Age"), Kitri (Don Quixote), Katerina ("The Stone Flower"), entre outros. 

bom mais vamos ao video...






...e de brinde (rsrsrs)
Pas De Deux de Don Quixote,
Lyudmila Semenyaka e Mikhail Baryshnikov (1968)





bjs e até

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Ulyana Lopatkina comparação de Odette/Odile

oi!
sei que estou muito negligente como meu diário, mas peço que entenda, esta perto do vestibular, quase não tenho tempo para hora de lazer, estou estudando muito, então peço que me perdoe por postar mais vídeos do que outras coisas.
bem dito isso vamos para mais um vídeos, só que este para fazemos uma reflexesão sobre aquela velha frase "a pratica leva a perfeição", este video mostra minha amada bailarina Ulyana Lopatkina em Swan lake de 1995 e 2006.





se ela que já era prima-bailarina do Kirov, tinha que melhorar seu tempo e sua técnica (e melhorou tanto que para mim é quase perfeita), por que nós reles mortais rsrs já nos damos por fatisfeita, não!! se algo está bom, então procure ficar otimo, até que esteja perfeito para você, por mesmo que perfeição não exista no geral, para cada um de nós, lá dentro, sim!!

espero que tenham gostado!!!
bjs e até

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

o ballet além dos palcos

ooii!
tudo bem?!
sabe eu adoro vídeos que estão alem dos palcos, seja eles em sala de aula ou nas ruas, a Royal fez algumas fotos com alguns bailarinos(as) em lugares nunca pensado...










bem é isso bjs e até

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

A Nameless Ballerina

Há algum tempo assistir este video belíssimo, e é claro que não podia ficar se compartilha com vocês!!!


bjs e até!!

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Pirouette!!!!

ooi!

hoje eu vou falar sobre um tema que assusta muitas bailarinas, a piruetta, há algum tempo li não me lembre a onde, que a gloria da bailarina está em sua piruetta, mas será verdade?! porque há muito mais coisas do que isto, mas por outro lado, se sim, por que? esse foi meu pensamento, meu dilema por alguns tempos, até que enfim eu entendi, o porque.
Não há pirueta perfeita sem equilíbrio, e não há nenhum passo perfeito, ou bem executado sem equilíbrio, porque no ballet é preciso ter equilíbrio.
Talvez esta a palavra, nós bailarinas e os bailarinos- profissionais ou não- precisamos saber o significado de todas as formas, tanto físico quanto emocional.
O equilibro emocional talvez- ou é- o mais difícil de se conseguir, apenas com o autoconhecimento, já o físico com trabalho e exercícios nós o alcançamos, então eu venho hoje para compartilhar alguns que eu conheço e me ajudaram a conseguir este equilíbrio para a sonhada piruetta.

Antes de tudo treine ficar no passé na meia-ponta alta por alguns segundos, treine em todas as posições.

Mantenha a postura todo o movimento, ou seja, encaixe o quadril, é eu sei é difícil, mas facilita se você marcar sempre um ponto fixo, e manter a postura correta, porque assim você já encaixa o quadril automaticamente.

Depois de você marcar um ponto fixo você deve saber que a cabeça é a ultima a sai e a primeira a chegar.

Faça um demi-pliê, porque se você fizer um pliê vai descer muito e no começo pode até perde equilíbrio e força para girar.

"Apesar de exigir certo esforço, o giro com o joelho bem colocado em en dehors é mais fácil, pois a posição da perna ajuda a aumentar a força e velocidade do giro."

devo confessar-lhes que aprendi a girar com este  1º video, muito antes de meu professor me ensinar rsrrs, e ele me ajudou muito...




 




muito bom também este video..


e agora é só praticar, afina a pratica leve a perfeição!
e quem sabe não giramos assim...












bjs e até
desculpe-me pela demora mais com os vestibulares chegando esta cada vez mais difícil

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Darcey Bussell

ooi!
eu achei no youtube um video bem legal  da Darcey Bussel, aproveitem...



bjs e até a proxima